lunes, marzo 23, 2009

Sábado assisti "Los abrazos rotos", o novo filme de Pedro Almodóvar e, sinceramente, achei uma porcaria: chata, lenta e entediante, exceto por alguns lances cômicos da leitora de lábios que decifra os diálogos dos amantes para o velho traido e os 5 minutos das cenas da comédia que eles rodam no filme, com a espetacular Carmen Machi, que só de olhar pra cara dela a gente já ri. Adorei "Todo sobre mi madre", "Hable con ella" e alguns outros filmes do Almodóvar, mas os últimos, nao gostei nada.

Durante a semana fui assistir "Duplicity", com Clive Owen, Julia Roberts. Teve gente que se levantou e foi embora antes de terminar o filme, porque este é o tipo de filme que é ultra-complicado, aqueles quebra-cabeças que no começo você nao entende bulufas de pitibiribas e que, pouco a pouco, muuuuito pouco a pouco, você vai encaixando e começa, por fim, a entender, mas, se perder qualquer detalhezinho, babaua! Nao é uma Brastemp, mas no balance, o saldo é positivo.... pelos menos, para mim, melhor que os tais "Abrazos"....

4 comentarios:

Naluh dijo...

Oi, Vi!! Ando sumida dos comentarios... Aqui nos US as criticas estao elogiando o "Abrazos", mas vi que as criticas espanolas estao mais como a sua... Sinceramente? Confio muito mais na de voces! ;o)
Beijo e queijo!

DO dijo...

Filme do Almodovar eu não assisto nem sob tortura,Virginia,rsss

Beijos!!

Carlos dijo...

Olá!
Parabéns pelo site.
Abs

anlene gomes dijo...

virginia, que bom saber.e eu achei volver uma porcaria e parecia uma et quando dizia isto. desta vez fiquei sem vontade de ver abrazoz rotos. acho que há um endeusamento do almodovar e da "pê", exagerado, por falta de alternativas, de mais diretores e atrizes que tenham ultrapasso as fronteiras. só vou ver quando passar na tv, grátis! kkkkkkk beijos